Banca de DEFESA: ADRIANA MARTINS CARNEIRO RANUCCI

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ADRIANA MARTINS CARNEIRO RANUCCI
DATA : 30/04/2019
HORA: 16:00
LOCAL: Sala 11, Bl dos Grupos de Pesquisa NCH
TÍTULO:

A INTEGRAÇÃO CURRICULAR POLITÉCNICA FRENTE ÀS POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO INTEGRAL NO MUNICÍPIO DE ARIQUEMES

 


PALAVRAS-CHAVES:

Política educacional. Educação integral. Educação integral politécnica. Experiências pedagógicas. Projeto Burareiro de Educação Integral.


PÁGINAS: 242
RESUMO:

Esse trabalho tem por objetivo analisar a integração curricular politécnica frente às políticas de educação integral implantadas no município de Ariquemes. Para alcançar esse propósito, lançou-se mão da técnica de leitura histórico-crítica para identificar concepções do currículo das teorias pedagógicas tradicionais, críticas, pós-críticas, bem como as implicações teórico-metodológicas dos currículos de experiências brasileiras significativas, entre as quais a Escola-Parque, o Centro Integrado de Educação Pública, o Centro Educacional Unificado e o Projeto Burareiro de Educação Integral. Além disso, também, buscou-se identificar as concepções curriculares das políticas de educação em tempo integral no período entre 1996 e 2016, expressas pela Lei 9.394/1996, Portaria Normativa Interministerial 17/2007, Lei 13.005/2014 e Portaria 1.145/2016. A pesquisa de campo foi operacionalizada por meio de observação participante, de entrevista e da aplicação de survey multifatorial, nas duas escolas, que constituem a base empírica desta pesquisa, identificadas pelos codinomes Canaã e Marechal Rondon, com a finalidade de apreender os processos educativos de integração curricular. Tendo por base os princípios epistemológicos da pedagogia histórico-crítica e da concepção politécnica de educação, a análise dos resultados chegou às seguintes conclusões: a) Nos projetos político-pedagógicos das escolas pesquisadas, a concepção de currículo, ainda que explicite orientação crítica, se encontra no âmbito das pedagogias tradicionais; b) No caso da escola, onde aconteceu a experiência do Projeto Burareiro de Educação Integral, existem algumas evidências da concepção curricular daquele projeto, mas prevalece as noções curriculares do Projeto Burareiro em Tempo Integral e das políticas de educação integral expressas pelo Programa Mais Educação; c) A implementação da integração curricular politécnica, na forma como pensada no Projeto Burareiro de Educação Integral e desenvolvida em vários cursos de extensão pelo Grupo de Pesquisa CIEPES/UNIR, só seria possível se houvesse iniciativa oficial por parte do município; d) Por decorrência, concluiu-se que, tal implementação, está na dependência de superação dos entraves encontrados como a descontinuidade das políticas educacionais, a ausência dos investimentos pelo governo municipal, a inadequação da estrutura dos espaços físicos, o baixo investimento na formação dos profissionais envolvidos no processo educativo, a falta do planejamento coletivo e a alta rotatividade dos profissionais dos laboratórios e das atividades culturais.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 396632 - ANTONIO CARLOS MACIEL
Interno - 1546985 - APARECIDA LUZIA ALZIRA ZUIN
Interno - 396644 - CLARIDES HENRICH DE BARBA
Externo à Instituição - ELIANE REGINA MARTINS BATISTA - UFAM
Notícia cadastrada em: 23/04/2019 12:09
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - (69) 2182-2176 | Copyright © 2006-2019 - UNIR - SigBoss.unir.br.SigBoss